A importância da manutenção dos custos para a sua empresa!!

A todo momento ouvimos que para um bom gerenciamento financeiro é necessário separar os custos da sua empresa, é nesse momento que surge a divisão entre custos fixos e custos variáveis, mas você sabe diferenciá-los? e qual a importância deles? Para isso separamos um conteúdo especial para você entender melhor sobre essa divisão de custos.

 

Todo gestor necessita de um controle financeiro e ferramentas para auxiliá-lo em seu negócio. Para então, manter seus gastos controlados e gerir suas operações financeiras, traçando os primeiros passos para estratégias de redução dos custos e aumento das receitas. 

Os custos fixos, como o próprio nome refere, são custos que se mantém  constantes, independente do ritmo de produção e/ou vendas da sua empresa, temos com exemplos: aluguéis, mensalidades de programas e software, taxa de segurança, plano telefônico, entre outros. 

Como pode ser percebido a principal característica desses tipos de gastos é sua natureza estática, mesmo variando em alguns momento devido a reajuste do preço, eles mantem-se igual na maioria das vezes, independentemente do nível de produção e venda da empresa. Casos que acontecem com salários, despesas com contador e advogados, impostos, encargos sociais; que apresentam uma variação pequena ao longo do tempo, para retificação de preço.

Os custos variáveis apresentam uma característica inversa ao citado anteriormente, em que seus valores oscilam proporcionalmente ao nível de produção e/ou venda de uma empresa, sendo perceptível em contas como: água, energia, matéria-prima, comissão de vendas.

Tendo em vista os fatos citados acima, o entendimento desses custos possibilita o cálculo dos custos fixos e variáveis,  planejamento financeiro, preparação para ciclos de maior demando do mercado,avaliação do lucro de cada produto, construção do processo de precificação, entre outros.

Os principais aspectos desses tipos de contas, manifestam-se nas vendas, em que empresas com custos fixos predominantes, tendem a aumentar sua margem de  lucratividade quando o mercado está em alta. No entanto quando ocorre declínio das vendas, existe a possibilidade de prejuízo para a empresa, pois ela pode não conseguir cobrir seus custos fixos. Enquanto empresas que apresentam uma predominância nos custos variáveis, tendem a apresenta dificuldades em executar políticas de redução de preço ou de desconto, pois o gesto adquire  lucro a partir de cada produto vendido.

Certo entendi, mas e agora? o que eu faço com essas informação? Depois da segmentação dos seus custos em fixos e variáveis e do gerenciamento e controle de todas as operações financeira das sua empresa.  A entidade terá um panorama de quais despesas se mantém constante e as que oscilam com o ritmo de vendas e produção.  A partir disso, a empresa pode montar suas estratégias com base em seus custos e nas suas vendas, trazendo decisões assertivas para a organização.

Está precisando de ajuda para botar em prática o controle e a gestão financeira da sua empresa? Entre em contato conosco, que a JRS Consultoria vai poder te auxiliar no seu empreendimento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *